Projeto pretende formar novos empreendedores

Projeto pretende formar novos empreendedores

No último dia 5, a Faculdade Brasileira de Estudos Avançados – FABEA recebeu o Projeto Neuro Empreendedor, com as palestras “O profissional em tempos de crise: Reinventar-se” do presidente do SINADMA, Profº Msc. Pierre Januário, que abordou a necessidade do profissional de se reinventar periodicamente, perante um ambiente cada vez mais competitivo e repleto de desafios, e a explanação do Profº Msc. Walter Nunes sobre “Técnicas da neurociência cognitiva na identificação de oportunidades de negócios”.

Aq22oAi35LRJ1Ee3cbZ-cnafabpoUvos-KkmbMJorPOC

A ação motivacional fomentou sobre um projeto de vida a longo prazo e os fez refletir sobre o que serão daqui há 50 anos. Participaram da atividade as turmas do 4º, 6º e 7º período em Administração na sede da entidade. O objetivo foi despertar nos estudantes o autoconhecimento e claro entendimento sobre o funcionamento da mente humana, para que entendam sobre as ações que o empreendedor faz nos processos de decisões no mundo dos negócios, permitindo uma análise sobre qual o caminho certo a seguir, com o foco em gerar os melhores resultados.

AlPTea7uh_PicJS2CfmBZ-_iEGMxcFIAjlSqYgjX7dYL

Presidente do Sinadma, Pierre Januário, em palestra na FABEA.

O idealizador do projeto, Profº Msc. Walter Nunes, destacou que a leitura é fundamental para tal processo. “Pessoas não empreendedoras podem adquirir características empreendedoras através de exercícios, todos podem se tornar empreendedores, basta trabalhar a mente. Para isso, estamos aprimorando um game a partir de estudos sobre o cérebro humano e as reações das pessoas empreendedoras quando elas tem uma boa ideia, mas um exercício simples também pode desenvolver habilidades criativas: a leitura”, enfatizou Walter.

O professor também sugeriu algumas dicas para quem deseja empreender: observar mais as pessoas e o ambiente em que se vive e pensar em soluções de como transformar esse meio em um negócio rentável. “Temos que ser mais observadores e ir trabalhando isso em nós, possuímos todas as ferramentas, é possível transformar aquilo que já existe em algo que possa me trazer lucro” – assinalou.

Diogo Moura, diretor da FABEA

Pierre Januário e o diretor da FABEA, Diogo Moura.

Próxima Postagem:
Postagem Anterior:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *